terça-feira, 4 de agosto de 2015

Quase 5.

Daqui a duas semanas teria bolo, em 14 dias apagaríamos 5 velinhas, completaríamos 5 invernos juntos, mas não vamos. Esse ano não vai ter aquele sorriso no rosto, aquele fogo no peito, aquela boca orgulhosa se enchendo pra dizer: "Conseguimos mais um ano, Obrigado!!" 

Hoje não te carrego mais como o meu relacionamento mais longo, embora ainda tenha sido. Mas prefiro não comentar, não me orgulho mais disso, as vezes até me espanto, em como eu cheguei a me orgulhar disso, algum dia. Não tenho raiva, não me arrependo, de nada. 

Não me arrependo porque você me mostrou o mundo, você acreditou em mim em um dos momentos mais difíceis da minha vida, e quem sabe por isso, projetei em você, tudo o que você não poderia me dar. Ou melhor, não quis me dar. 

Também não vou mentir que tem sido fácil sem você no meu dia a dia. A segurança que você me passava foi muito boa, enquanto durou. E o meu jeito apaixonado de ser, as vezes esquece dos dias e das noites em que eu passei chorando. Da pressão que era estar contigo e como eu tive que abrir mão de mim, inúmeras vezes, para ser a gente. 

E cada dia desde aquele dia, tem sido um dia novo. Posso ainda não confiar 100% em mim e duvidar do meu potencias, mas isso também acontecia do teu lado. E você bem sabe que hoje eu já estou em outra, depois do luto, não tinha mais o que fazer/pra onde correr. E estou bem e espero que você também, pq por mais triste que tenha sido o nosso final, ainda olho com alegria pra nossa história. 



"Cause you may not believe
That baby, I'm relieved
When you said goodbye, my whole world shined"