terça-feira, 28 de maio de 2013

Talvez

Se você soubesse o sorriso que eu abro quando recebo uma mensagem sua no celular, me enviaria mensagens a cada minuto. Se soubesse a diferença que um bom dia seu, faz no meu dia, me ligaria assim que acordasse. Se você soubesse a minha felicidade quando você lembra de mim durante o seu dia e me encaminha um e-mail, compra um chocolate ou até mesmo da um sorriso, talvez você lembraria de mim a cada minuto.

Se você soubesse o esforço que eu faço para ficar do seu lado; se soubesse o quando eu me reinvento para incluir esses espaços entre agente; o quanto me contradigo para te manter na minha rotina. Se você soubesse o quão difícil é pra mim criar planos sem você do lado, talvez você entendesse.

Se você soubesse o soco no estomago que é ouvir alguns comentários teus; se soubesse o gosto amargo que vem na minha boca cada vez que deixo de falar algumas das coisas que você precisa ouvir. Se você soubesse o nó na garganta que eu carrego a tanto tempo, por ter que bloquear e filtrar tudo o que eu falo, talvez você preferiria não estar mais ao meu lado.

Se você soubesse o quão melhor pode ser, o quão bom é se permitir, o quão realizador é conquistar, talvez você entendesse. Se você soubesse do brilho nos olhos, dos calafrios, se soubesse da certeza, da coragem, da vontade.. Se você soubesse amar, talvez você voltasse atrás.





"Eu sei que pode ser, tudo é possível, é só você querer ficar comigo"