sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Every Night.

Nunca busquei informação sobre esse tipo de sentimento. Sempre penso várias vezes antes de fazer alguma coisa, jamais imaginei que estaria algum dia, em uma situação como essa. É como se me faltasse o ar, todos os dias ao acordar. Como se eu não saísse completo da cama, limpo do banho ou alimentado da mesa. Não é um vazio, nem uma dor. Não é uma duvida, nem uma certeza. Acredito que não seja insegurança, apenas uma tristeza.


É um sentimento, horrível, de que não adianta o que eu vá fazer, o final da estoria eu já sei. Será incompleto, com falhas, erros, ou seja, uma estoria que não deveria ter sido escrita. Sinto que perdi minha armadura, perdi o brilho dos olhos, minha tranquilidade e a pureza do meu coração. Perdi minha malícia, perdi meu tesão, perdi minha curiosidade.


Não sei qual a parte do caminho que eu me perdi, a parte do livro que eu não li, ou do filme que eu dormi. Sinto que estou mergulhado nessa amargura, trancado nesse escuro e que sou forçado a passar um calor, sempre sufocado ou agoniado  Não busco resgate, não busco conselhos, não quero mais nada e mais ninguém.

Acordo todos os dias assim, sem amor. Acordo por acordar, faço por fazer e enfim chega a hora de dormir. De todas as formas de se sentir o amor, coube a mim, sentir o amor não correspondido.



"They say if you love somebody, then you have got to set them free.. but I would rather be locked to you, than live in this pain and misery.."

2 comentários:

  1. menino, escreveu pra mim isso foi?

    ResponderExcluir
  2. "De todas as formas de se sentir o amor, coube a mim, sentir o amor não correspondido." É importante lutar contra isso! Parece um caminho sem volta ...

    ResponderExcluir